quinta-feira, 7 de maio de 2009

Lembram de Fernando Fernandes?



O ex-BBB2, depois de ter batido em meio Rio de Janeiro (incluindo travestis) ano passado, acaba de virar estrela das novas fragrâncias D&G.

Mas que é gato, é gato!

4 comentários:

Lauren - Moda Trash disse...

tá brin-can-do!
gente, este cara desnterrou do inferno para o céu!
hahahah
bjokas

THIS IS FASHION disse...

nossa que virada heim!! mas vc tem razão ele é gato mesmo!!
bjos!!

Cris Campos disse...

néan?! hauhauahua

Anônimo disse...

O ex integrante do "BBB 2", Fernando Fernandes, sofreu um acidente de carro na madrugada de sexta, 3, para sábado, 4, em São Paulo. O modelo está internado no centro de politraumatismo do Hospital São Paulo, na capital paulista.

O hospital não tem autorização de informar o estado de Fernando, mas adiantou apenas que ele continua hospitalizado e sua família se encontra no local.

A mãe do ex-BBB Fernando Fernandes, Maria Fernanda Fernandes, disse ao EGO que o filho, submetido a uma cirurgia na coluna no sábado, 4, já senta e se alimenta normalmente, mas ele ainda não recuperou a sensibilidade das pernas. "Fernando está muito bem emocionalmente. Está equilibrado e sabe que terá que enfrentar uma luta grande pela frente para recuperar os movimentos das pernas. Meu filho terá que fazer uma fisioterapia intensa, mas ele é determinado e tenho a certeza que voltará a andar", disse Fernanda.

Ainda de acordo com ela, o médico que o operou aguarda o prazo de 72 horas para avaliar o progresso da operação. "Fernando ainda está na fase pós-traumática, por causa da cirurgia. Quando tudo desinchar, aí sim eles farão uma avaliação neurológica mais exata."

O hospital divulgou um comunicado na tarde desta segunda-feira, 6, afirmando que o paciente chegou ao hospital "apresentando trauma grave de coluna vertebral em decorrência de um acidente automobilístico". O comunicado prossegue: "Após realizar exames neurológicos e de imagens, foi submetido a tratamento medicamentoso e cirúrgico (descompressão da medula e fixação da coluna). No momento, o paciente encontra-se consciente, em respiração espontânea, não sendo possível definir o risco de seqüelas."